Organizar o guarda-roupa ajuda a gastar menos, a render um $ extra e ajudar a quem precisa.

Parece até óbvio quando você lê essa chamada, mas ao ler a matéria completa na Revista Casa e Jardim eu percebi que eu fazia sim a organização mas de uma forma não tão certa.

A revista entrevistou Carol Rosa, personal organizer, que deu dicas incríveis para deixar seu guarda roupa completamente organizado e quem sabe descolar um dinheiro ou ajudar aquelas pessoas que você pensa há tempos?

Carol criou um passo a passo com a revista e vou passar aqui na íntegra, para quem interessar deixarei o link da matéria ao fim do post.

Retire tudo do armário: [acredito que esse seja o pulo do gato, eu não fazia isso e entendi porque deve ser feito dessa maneira!] Não adianta tirar por partes, precisa levar o tudo ao pé da letra e separe um bom tempo para isso. A ideia é ter a real noção da quantidade de peças que temos para saber o que precisamos comprar e o que temos até de sobra e nem lembrávamos. Além de saber as cores (as vezes achamos que falta um marrom e ele está lá naquela parte onde você não mexe direito).

Separe em sacolas: [achei essa ideia genial, aproveito que estou de mudança e farei isso assim que pisar no meu novo quarto] Carol colocou na lista que precisamos de 3 sacos mas eu consideraria a ideia de 4. Ajustes, Doação e Lixo são os 3, eu acrescentaria um de Bazar, as vezes temos roupas que não usamos nem por obrigação e pagamos o olho da cara nelas, se você achar que deve doar, doe, mas considere também a opção de levar em um brechó ou montar um bazar. A parte de ajustes não coloque de volta no armário, deixe separado para que você não esqueça que precisa fazer a barra de uma calça e por aí vai. O saco destinado ao lixo são aquelas roupas que estão tão velhas, mas tão velhas que seria até uma falta de respeito doar a alguém, se a roupa estiver em condições de uso, doe, se estiver rasgada, furada, com machas feias demais, jogue!

Categorize suas roupas: roupas íntimas, pijamas, calças, vestidos curtos, vestidos longos, camisas, camisetas, roupas de praia, sapatos, bolsas e acessórios. Olhe a quantidade de cada peça e escolha a parte do guarda-roupa que fique melhor. “Priorize as gavetas para roupas íntimas, pijamas e camisetas. Deixe as prateleiras para as roupas mais pesadas como malhas”, ensina Carol. As de pendurar: uma dica é tentar substituir os cabides grossos por mais finos, parece que não mas faz diferença no espaço. As camisas separe por cores e as calças jeans separadas das sociais.

Dobras: as camisetas ficam melhores no formato de escadinha e as calcinhas em pé e não empilhadas, facilita a visualização e mantém a organização por mais tempo. Lembra que as camisetas são separadas por cores? Os sapatos também, facilita na organização e para saber o que você de fato tem.

Organizadores: por último e não menos importante vem os organizadores. As de calcinhas e meias são as mais conhecidas e ajudam demais, mas vale também apostas nas caixas organizadoras, assim você pode guardar os itens que são usados menos vezes ao ano como os cachecóis, biquínis, luvas, lenços e etc. Elas dão um ar fofo no armário e ocupam menos espaço. Ah, sem contar que são uma mão na roda para o momento da limpeza!

 

E aí curtiram? Tirando a parte de tirar o guarda roupa todinho e colocar nas sacolas de seus respectivos destinos o resto eu já praticava na hora de arrumar o armário. Aproveitem que estamos no começo do ano e conseguimos ajustar melhor nossas agendas, depois que a rotina voltar com tudo vai ser difícil arrumar esse tempão!

 

Link da matéria: Revista Casa e Jardim

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *