~’~ Lançamento do livro Sol e Sonhos em Copacabana de Aliel Paione ~’~

LC – Agência de Comunicação foi a responsável pelo lançamento de Sol e Sonhos em Copacabana do autor Aliel Paione pela editora Pandorga no último sábado em São Paulo.

O evento aconteceu no Shopping JK Iguatemi, na Livraria da Vila as 17 horas e contou com amigos, familiares, blogueiros e fãs do autor. Aliel foi um amor com todos os presentes na livraria, fazendo questão de não dar apenas autógrafos genéricos e de abraçar um por um que adquiriu seu livro.

Aproveitei para conversar um pouco e tentar descobrir fatos do livro, alguns são spoiler então não vou nem pensar no caso de colocar aqui, mas posso adiantar que é um livro que vai surpreender à todos que estão com a ideia de tão e somente um romance de época. Não vejo a hora de poder começar a ler e já chegar aqui com a resenha para vocês.

O evento contou também com o sorteio de um vale presente da loja (yay, livros!) e finger foods que eu ainda não havia experimentado, adorei quem teve essa ideia viu?

Turma da LC obrigada pelo convite e tenho certeza que esse livro será sucesso absoluto de vendas e de crítica, já que já sei uma boa parte do livro rs. Ah, antes que eu esqueça, vamos falar sobre essa capa maravilhosa, a ideia da foto em sépia para remeter o ano e a diagramação? Estou com vontade de abraçar quem o fez <3

Para saber um pouco mais veja abaixo:

Jean-Jacques Chermont Vernier, jovem diplomata francês, chega ao Rio de Janeiro durante o governo Campos Sales, em 1900. Vem ao Brasil para trabalhar na embaixada da França como consultor econômico. Descendente de tradicional família de diplomatas, pertencentes à nobreza francesa, Jean-Jacques é induzido à carreira diplomática pela insistência de sua mãe, a condessa De Chermont. Jovem, idealista e romântico, Jean-Jacques sente-se decepcionado ao deparar-se com a aridez de seu trabalho, que confronta sua personalidade sensível e boêmia, ou sua maneira de encarar a vida. Jean-Jacques conhece, no cabaré Mère Louise, em Copacabana, uma mulher lindíssima, Verônica, e é dominado por uma paixão avassaladora. Verônica é uma tirana de corações, capaz de levar um homem do céu ao inferno com a mesma facilidade com que as folhas secas são sopradas pelo vento. Ele é correspondido, então iniciam um romance que, para Jean-Jacques, significa a plenitude de sua sensibilidade amorosa e estética. Porém, ela é amante de um respeitável senador da república, o senador José Fernandes Alves de Mendonça, que trabalha com o ministro da fazenda de Campos Sales, Joaquim Murtinho, nas negociações do Funding Loan. Tem-se, então, um triângulo amoroso de consequências e desdobramentos surpreendentes. Durante a narrativa, são efetuadas análises críticas históricas sobre a vida política e econômica do Brasil pertinentes à república velha, conexões que se estendem à época contemporânea. O cabaré Mère Louise realmente existiu na época e local descrito.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *